Ano 17

Liliane Rovaris

*22 de maio de 1976 - Bragança Paulista - SP

Cena de O cerco (2021), de Aurélio Aragão, Gustavo Bragança e Rafael Spínola
Cena de O cerco (2021), de Aurélio Aragão, Gustavo Bragança e Rafael Spínola
Com formação artística e carreira de destaque no teatro, a atriz Liliane Rovaris é presença luminosa como a protagonista do filme O cerco, de Aurélio Aragão, Gustavo Bragança e Rafael Spínola.

Nascida em Bragança Paulista, São Paulo, no dia 22 de maio de 1976, a atriz Liliane Rovaris tem formação artística na CAL- RJ, e no CPT com Antunes Filho, e mestrado na UNI RIO sobre alguns elementos da obra de Dostoiévski e do cineasta Andrei Tarkovski para o trabalho do ator. Tem carreira extensa nos palcos, com trabalhos com nomes como Gerald Thomas e Antunes Filhos, fundou com parceiras companhias como cia as duas e Areas Coletivos, e atuou em espetáculos de destaque, como  "NADA, uma peça para Manoel de Barros”, com direção dos irmãos Guimarães e da Miwa Yanagizawa - essa última também integrante do Areas. A estreia no cinema se dá atuando em curtas de formandos, como  Pai empresta a câmera, dirigido por Cláudia Elias, faz uma ponta no belo Indicious dois, de Dannon Lacerda, e segue no mesmo formato, como no destaque Destinos, da Clara Deak.

Liliane Rovaris estreia em longas em grande estilo e já como protagonista do belo O cerco (2021), dirigido por Aurélio Aragão, Gustavo Bragança e Rafael Spínola. O cerco é filme labiríntico de grande impacto, com roteiro caudaloso de imbricações sofisticadas e direção acertada. É um  filme notável e tem na protagonista Ana uma atriz como Liliane Rovaris em estado de graça. Ela embute sutilezas e rigor em sua interpretação, que vai de expressões e gestos a todo um emaranhado corporal. É uma interpretação moderna, que não se vale em nenhum momento de recursos manjados. Atuação digna de prêmios.

Filmografia

Pai empresta a câmera,curta, Cláudia Elias
Indicious dois, 2012, curta, Dannon Lacerda
In between, 2017, curta, Eduardo Speroni e Leonardo Bianchi
Destinos, 2017, curta, Clara Deak
O cerco,  2021,  Aurélio Aragão, Gustavo Bragança e Rafael Spínola
O cerco, Aurélio Aragão, Gustavo Bragança e Rafael Spínola

Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.