Ano 16

Cibele Amaral

Brasília


Nascida em Brasília, Cibele Amaral é atriz, cineasta, produtora e roteirista.

Graduada em artes cênicas na Itália, onde morou, está à frente da 34 Filmes, produtora em parceria com o marido e produtor Patrick de  Jongh.

O início da trajetória artística  se deu nos palcos, ainda na infância. A partir da década de 1990, faz parceria importante com o cineasta José Eduardo Belmonte e atua no curta Três (1995) e tem grande destaque no primeiro longa do cineasta, o impactante Subterrâneos (2003).

A estreia como cineasta se dá com o curta Momento Trágico, em 2003, protagonizado por Belmonte e no qual também roteiriza e atua. Ainda como José Eduardo Belmonte, trabalha na produção dos longas dirigidos por ele, Meu mundo em perigo (2007) e Se nada mais der certo (2008)

Em 2005, protagoniza o curta Uma mulher mais ou menos, em que é também uma dos roteirista, com direção de Herbert Amaral. Em 2007, roteiriza e dirige o curta Enciclopédia do inusitado e do irracional.

A estreia como diretora de longas se dá em 2011 com Um assalto de fé, que também produz  roteiriza e atua. Comédia e ação sobre o assalto a uma igreja evangélica, o filme tem no elenco Alexandre Carlo, Lauro Montana, Andrea Deca, Alessandro Santos.

Em 2012 roteiriza e produz o curta Angélica acorrentada, dirigido por Anna Karina de Carvalho.

Cibele Amaral tem dois novos longas como diretora: Por que você não chora? (2020) e Rir para não chorar (2020). 

Por que você não chora? é protagonizado por Carolina Monte Rosa e Bárbara Paz, e conta ainda no elenco com Cristiana Oliveira, Elisa Lucinda, Rodrigo Brassloto, Priscila Camargo e Maria Paula.

Rir para não chorar conta com Fafy Siqueira, Rafael Cortez, Mariana Xavier, Catarina Abdalla, Sérgio Loroza, Wando Doratiotto e Luci Pereira.

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.
Sala 
 Carmen Santos
Pioneira no cinema: atriz, cineasta, produtora, roteirista e dona de estúdio.