Ano 18

25a Mostra de Cinema de Tiradentes

Cena de Fragmentos de 2016 em dois episódios, de Adirley Queirós
A comemoração de 25 anos da Mostra de Cinema de Tiradentes era para ser híbrida, com programação presencial e também virtual, mas com o avanço da pandemia da covid-19, agora com a variante Ômicron avançando a galope, o jeito foi cancelar toda a programação que aconteceria na cidade histórica e transferir toda ela para o formato on-line.

Realizada pela Universo Produção - Raquel Hallak, Quintino Vargas e Fernanda Hallak -, a Mostra de Cinema de Tiradentes acontece de 21 a 29 de janeiro, com programação intensa, como de costume, acrescida ainda de retrospectiva de 26 filmes que foram exibidos em suas edições. A temática central da edição é "Cinema em Transição".

Ao todo, serão exibidos 169 filmes de 21 estados, nos formatos curta, média e longa metragem, em edição comemorativa que homenageia o cineasta Adirley Queirós. Ainda na programação, que é toda gratuita, 38 debates, 6 rodas de conversa,  mostrinha, exposição, oficinas, lançamento de livros, performance audiovisual, e o Conexão Brasil CineMundi.

A programação de filmes está divida nas seguintes mostras: Aurora, Olhos Livres, Temática, Homenagem, Autorias, Foco, Panorama, Foco Minas, Praça, Formação, À Meia-noite Levarei sua Alma, Sessão Debate, Jovem, Valores, 25 anos, regional e Mostrinha.

Grande destaque, a competitiva Mostra Aurora, com filmes inéditos, apresentará: “Seguindo todos os Protocolos” (PE), de Fábio Leal; “A Colônia” (CE), de Virgínia Pinho e Mozart Freire; “Sessão Bruta” (MG), de As Talavistas e ela.ltda; “Panorama” (SP), de Alexandre Wahrhaftig; “Maputo Nakurandza” (RJ-SP), de Ariadine Zampaulo; “Bem-vindos de Novo” (SP), de Marcos Yoshi; e “Grade” (MG), de Lucas Andrade. 

Outro destaque é a Mostra Olhos Livres. Serão exibidos:  O Dia da Posse (RJ), de Allan Ribeiro,  Você nos Queima (SP), de Caetano Gotardo,  Os Primeiros Soldados (ES), de Rodrigo de Oliveira, Germino Pétalas no Asfalto, de Coraci Ruiz e Julio Matos (SP), Manguebit, de Jura Capela (PE, SP e RJ) e Avá – Até que os Ventos Aterrem, de Camila Mota (SP).

Do homenageado, Adirley Queirós, serão exibidos:  “Rap, o Canto da Ceilândia” (2005), “Dias de Greve” (2009), “Fora de Campo” (2010), “A Cidade é Uma Só?” (2012), “Branco Sai, Preto Fica” (2014) e “Era Uma Vez Brasília” (2017). 


A abertura da 25a Mostra de Cinema de Tiradentes acontece no dia 21 de janeiro, sexta-feira, ás 20h.

Programação de abertura

Apresentação do eixo temático de 2022 “Cinema em transição” e  homenagem ao cineasta do Distrito Federal,Adirley Queirós. 
Performance audiovisual com as participações especiais da atriz Aisha Brunno, o músico Barulhista, a cantora Lira Ribas, o baterista Marcelo Dai, o cantor Marcelo Veronez e a multi-instrumentista Nath Rodrigues.
Locução de Grazi Medrado. Criação e direção de Chico de Paula e Ricardo Alves Jr.

Seguido à abertura, acontece o debate inaugural “O percurso de Adirley Queirós”, com a presença do cineasta,  a montadora Cristina Amaral,  a cineasta Dácia Ibiapina, e  Francisco Craesmeyer, técnico de som direto, que atuou com Adirley em todos os seus filmes. Mediação da curadora Lila Foster.
Em seguida ao debate, às 22 horas, estará liberado o sinal do filme “Fragmentos de 2016 em Dois Episódios”," trabalho recente de Adirley codirigido por Cássio Oliveira que surge de um projeto de série de TV realizado por ambos. Influenciados pelo impacto do impeachment da então presidente Dilma Rousseff, os realizadores buscaram refletir o formato de TV e suas frustrações e decepções diante do cenário político e dos desdobramentos posteriores".



*******************************

25a Mostra de Cinema de Tiradentes
De 21 a 19 de janeiro de 2022 - Programação gratuita
Exibição on-line mostratiradentes.com.br


LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA

Patrocínio Máster:  INSTITUTO CULTURAL VALE

Patrocínio: CBMM, CEDRO MINERAÇÃO, ITAÚ, CSN, CIMENTO NACIONAL,  COPASA, CEMIG|GOVERNO DE MINAS GERAIS

Parceria Cultural: SESC EM MINAS, INSTITUTO UNIVERSO CULTURAL, CASA DA MOSTRA, , CAFÉ 3 CORAÇÕES, CONECTA

Apoio: PREFEITURA DE TIRADENTES, SENAC, SEBRAE, NOVA ERA SILICON, THE END, DOT, MISTIKA, CINECOLOR, NAYMOVIE, CTAV, CANAL BRASIL, RÁDIO INCONFIDÊNCIA, REDE MINAS, REDE GLOBO MINAS, ESPAÇO CULTURAL AYMORÉS, POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS

Idealização e realização: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA E TURISMO | GOVERNO DE MINAS GERAIS


::Voltar
Sala 
 Betty Faria
Com amor profundo pelo cinema, premiada em vários festivais no Brasil e no exterior