Ano 17

Nicho Novembro 2

De 9 a 15 de novembro de 2020 acontece a segunda edição do Festival Nicho Novembro. Realizado pelo Nicho 54, Instituto que atua na formação de jovens profissionais negros do audiovisual. O Festival acontece virtualmente devido ao distanciamento social em combate à pandemia da Covid-19.

A programação, toda gratuita,  e formada por exibição de filmes, curtas e longa. Para participar, é necessário fazer uma inscrição, sendo que cada filme fica disponível durante 42 horas - estreia a cada dia às 19h e é disponibilizado até 14h do segundo dia seguinte. Toda a programação acontece no site www.nichonovembro.com.br.

A edição 2020 do Festival tem como temática "Audiovisual como direito ao trabalho", e, dessa forma, segundo os realizadores, a programação "combina tanto uma dimensão de mostra de filmes com espaço de discussão sob perspectivas racializadas". 

O Nicho Novembro 2 vai exibir uma programação de  4 longas e 12 curtas, sendo 8 premières brasileiras, dos seguintes países: Brasil, Quênia, Estados Unidos, Angola, Ruanda e França. Na seleção, filmes que passaram por BlackStar, Berlinale, TIFF, Encontro de Cinema Negro, Clermont Ferrand, Sundance, Roterdã, Tribeca e outros festivais. 


Programação

Segundo a organização do Festival, Os filmes do Nicho Novembro 2 levarão o público a viajar por diferentes territórios, subjetividades, predileções estéticas, temas e intenções. 

Longas

- Por toda a noite (BlackStar Festival), documentário de Loira Limbal
- Cavalo (Mostra de Tiradentes), de  Rafhael Barbosa e Werner Salles Bagetti
- Dorivando saravá, o preto que virou mar (In-Edit), documentário de  Henrique Dantas


Curtas

Programa "Nós e os nossos" - filmes sobre jornadas individuais e familiares de personagens pretos: 
Genius Loci (Berlinale), animação de Adrien Mérigeau
- De repente, a escuridão (TIFF),  de Tayler Montague
- Receita de Caranguejo (Festival de Gramado), de Issis Valenzuela
- Aquário (Festival de Locarno), de Ngabo wa Ganza
- Colunas (Sundance), de Haley Elizabeth Anderson

Programa “A cor do trabalho” - filmes que dialogam com o tema do Nicho Novembro 2 e nos convidam a pensar o lugar do trabalho para as populações negras:
- Num país chamado Hollywood (American Black Film Festival), de Jessica Sherif
- Tudo que é apertado rasga (Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul), de Fábio Rodrigues Filho
- A última gota de óleo (BlackStar),  de Bilal Motley
- Ruim é ter que trabalhar (Curta Kinoforum), de Lincoln Péricles
- Dízimos e oferendas (Clermont Ferrand), deTony Koros

Sessão Geração 80 -  dedicada a duas obras da produtora angolana Geração 80, que neste ano completa uma década de atuação.
Curta
- Lúcia no céu com semáforos (Clermont Ferrand), de Ery Claver e Greta Marín
Longa
- Ar Condicionado (Festival de Roterdã), de Fradique

Filme de encerramento
Curta
- Deusa toda poderosa (BlackStar), de Chelsea Odufu


Contatos e conversas
Virtualmente pelas redes do Nicho 54 (@nicho54br no Instagram e @nicho54brasil no Facebook) ou nas minhas (@ursodelata no Twitter e Instagram).


Nicho Novembro 2
De 9 a 15 de novembro de 2020 
Programação completa e exibição - nichonovembro.com.br

Concepção: Fernanda Lomba, Heitor Augusto, Raul Perez (Nicho 54)
Curadoria – Mostra de Filmes: Heitor Augusto
Produção executiva: Fernanda Lomba
Coordenação de programação: Karen Almeida
Coordenação de comunicação: Mariana John
Identidade visual e design: Lucas de Brito
Tradução e legendagem (filmes): Bruna Barros, Heitor Augusto, Juan Rodrigues
Tradução simultânea (painéis): Henrique Cotrim, Pedro Ribeiro Nogueira
Suporte técnico | Lives: Marian Nunes
Estrutura de transmissão de Lives: Compasso Coolab

A plataforma de streaming do Nicho Novembro 2020 – Mostra de Filmes foi construída pela QUANTA, à qual o Nicho 54 vivamente pela parceria.

Direção de tecnologia: Hugo Gurgel, Diogo Costa Pinto, Tieres Tavares
Desenvolvimento do site: Mandelbrot
Programação: Andrei Thomaz, Marcos Marcelo, Vitor Andrioli
Revisão: Maíra Corrêa Machado


::Voltar
Sala 
 Betty Faria
Com amor profundo pelo cinema, premiada em vários festivais no Brasil e no exterior