Ano 16

Cineop faz 15 anos

Raquel Hallak, coordenadora geral da Cineop - Foto: na última edição da Mostra de Cinema de Tiradentes - Leo Lara/Universo Produção
A mais importante mostra de cinema brasileiro que o coloca no patamar de patrimônio, a Cineop - Mostra de Cinema de Ouro Preto faz 15 anos, e, como não poderia deixar de ser, vai comemorar essa data tão importante, mesmo em meio à pandemia da Covid-19.

Devido ao distanciamento social, toda a Mostra, assim como outras e festivais pelo mundo, acontecerá no formato virtual. Dessa forma, os amantes da ótima Cineop, que se debruça sobre a história e a memória do cinema brasileiro, fazendo intersecções potentes com o cinema e o olhar de hoje, tem encontro marcado de 3 a 7 de setembro, pela internet.

Realizada pela Universo Produção - Raquel Hallak, Quintino Vargas, Fernanda Hallack -, a Cineop faz parte do projeto Cinema Sem Fronteiras, que reúne também a Mostra de Cinema de Tiradentes, voltada ao cinema contemporâneo, e a Mostra Cine-BH, voltada ao mercado.

Raquel Hallak participou na última quinta-feira, 13, de live sobre essa edição da Cineop. Com mediação do jornalista e crítico Marcelo Miranda, que também integra a equipe, sobre a trajetória da Mostra e essa edição de aniversário, que integra os novos desafios para a cultura, e, aqui, especialmente para o cinema, nesses tempos de distanciamento social devido à Covid-19 e das consequências advindas desse novo cenário.

A 15a Cineop tem como temática central "Cinema de Todas as Telas", subdividida nas temáticas Preservação, História e Educação.

A programação, toda gratuita, é formada por: Abertura Oficial, exibição de filmes - longas, médias e curtas, pré-estreias e mostras temáticas, Mostrinha, Mostra Valores, Sessões Cine-Escola, Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais brasileiros, Encontro da Educação: XII Fórum da Rede Kino, debates, oficinas, masterclass internacionais, Exposição Cineop 15 Anos, Encontros de Cinema / Rodas de Conversa, performance audiovisual, Live Shows.

Segundo material de divulgação da 15a Cineop. a temática central é “Cinema de Todas as Telas” e propõe refletir o momento atual mundial, em que a revolução da tecnologia da informação, a transformação dos hábitos culturais, a multiplicação de canais, plataformas, redes e serviços interativos dão o tom da complexidade dos desafios do mundo contemporâneo e globalizado. A coordenadora geral do evento, Raquel Hallak acrescenta “Mais do que nunca precisamos estar atentos e imbuídos do propósito de salvar as nossas imagens e reconhecer a sua importância como matéria-prima de cidadania”.

A Temática Histórica tem curadoria do crítico Francis Vogner Reis. "O enfoque será o tema " Televisão: o que foi, o que é e o que ainda pode ser" visando provocar uma reflexão entre o cinema brasileiro e a Televisão, no ano em que a TV brasileira comemora 70 anos".

A Temática Preservação tem curadoria de José Quental e Ines Aisengart Menezes e tem como proposta o conceito de “Patrimônio Audiovisual: "Acervos em risco e novas formas de difusão”, tendo por eixo a produção televisiva como elemento central na formação cultural da sociedade brasileira".

A Temática Educação tem curadoria de Adriana Fresquet e Clarisse Alvarenga e tem como proposta o recorte “Telas e Janelas: Tempo de cuidado, delicadeza e contato”: Refletir como o cinema tem estado, como nunca antes, tão presente nas diferentes telas que circulam em boa parte dos espaços, sejam domésticos ou públicos". O destaque dessa temática será Ailton Krenak - liderança indígena, escritor e filósofo.


****************************

Mais informações sobre a 15a Cineop - Mostra de Cinema Ouro Preto
Na Web: www.cineop.com.br

No Instagram: @universoproducao

No Youtube: Universo Produção

No Twitter: @universoprod

No Facebook: cineop / universoproducao

No LinkedIn: universo-produção

::Voltar
Sala 
 Betty Faria
Com amor profundo pelo cinema, premiada em vários festivais no Brasil e no exterior