Warning (512): /home/mcb/public_html/site/app/tmp/cache/curto/ is not writable [CORE/cake/libs/cache/file.php, line 267]
Warning (512): /home/mcb/public_html/site/app/tmp/cache/longo/ is not writable [CORE/cake/libs/cache/file.php, line 267]
Warning (512): /home/mcb/public_html/site/app/tmp/cache/ is not writable [CORE/cake/libs/cache/file.php, line 267]
Warning (512): /home/mcb/public_html/site/app/tmp/cache/persistent/ is not writable [CORE/cake/libs/cache/file.php, line 267]
Warning (512): /home/mcb/public_html/site/app/tmp/cache/models/ is not writable [CORE/cake/libs/cache/file.php, line 267]
Mulheres do Cinema Brasileiro - Mulheres
Ano 14

Zilka Salaberry

*31 de maio de 1917, +10 de março de 2005 - Rio de Janeiro - RJ

Cena de Direito de pecar, 1940, Leo Merten
Cena de Direito de pecar, 1940, Leo Merten
Eternizada na TV como a Sinhana de Irmãos coragem, a Donana Medrado de O bem-amado, e a Dona Benta de o Sítio do pica-pau amarelo, a adorável Zilka Salaberry inscreveu seu nome também nas telas do cinema nacional em atuações em uma dezena de filmes.
 
Zilka Salaberry sempre foi amada pelas crianças, seja como a bruxa do Teatrinho Troll durante as décadas de 1950 a 60 na TV Tupi, seja como a doce Dona Benta do Sítio do pica-pau amarelo a partir dos anos 70 na Globo. A atriz estreou em novelas em A canção de bernadete. Bem antes disso, porém, começa sua carreira no cinema, de cara sob a batuta do mestre Humberto Mauro em Cidade mulher, em 1936. Seu segundo filme, Direito de pecar, é uma produção da Cinédia, de Adhemar Gonzaga, dirigido por Leo Merten em 1940. 
 
Zilka Salaberry desenvolve carreira cinematográfica até os anos 70, em filmes de Carlos Hugo Christensen, Watson Macedo e Miguel Borges. Intensifica seus trabalhos na televisão, onde atua em mais de 30 novelas, e volta ao cinema somente 30 anos depois em Xuxa e os duendes, em 2001, seu último filme.

 
Filmografia

Cidade mulher, 1936, Humberto Mauro
Direito de pecar, 1940, Leo Merten
No trampolim da vida, 1945, Franz Eichorn
Matemática zero, amor dez, 1958, Carlos Hugo Christensen
Aguenta o rojão, 1958, Watson Macedo
Maria 38, 1959, Watson Macedo
Society em baby-dool, 1965, Waldemar Lima e Luiz Carlos Maciel
Na mira do assassino, 1967, Mário Latini
Uma garota em maus lençóis, 1970, Wilson Silva
Barão otelo no barato dos milhões, 1971, Miguel Borges
Xuxa e os duendes, 2001,Rogério Gomes e Paulo Sérgio Almeida

Foto: Fonte/50 Anos Cinédia - Alice Gonzaga

Free Music - Upload Audio - Perfil Zilka Salaberry ::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.